Style

ModaLisboa: o destino de Patrick de Pádua

  |   0 Comentários Partilhar Artigo no facebook

A ascensão de Patrick de Pádua na ModaLisboa é notável.

Em 2014, venceu a plataforma Sangue Novo e foi um dos seleccionados pelo evento lisboeta para representar Portugal no Fashionclash Festival, em Maastricht, onde levou para casa o Kaltblut Award.

Nas três estações seguintes, regressa à passerelle da ModaLisboa, ainda inserido na plataforma Sangue Novo.

Em Março deste ano, o estilista estreia-se na plataforma LAB da ModaLisboa, onde passa a apresentar as suas colecções sazonalmente num desfile individual.


Nesta edição, Patrick de Pádua apresentou Fado, um colecção sombria mas fascinante.

A cor preta destacou-se em todo o desfile, mas nunca se entregou à monotonia. Para isso, Patrick trabalhou a cor e apresentou-a em diversas texturas e materiais – peças em mesh e PVC, transparências ou tecidos impermeavéis invadiram a passerelle instalada no antigo BPI, na Praça do Município.


Fado é um colecção descontraída que encontra o seu equilíbrio na linha de sportwear actual, apresentando peças fluídas e oversized para homens modernos e descomplicados.







ModaLisboa \\FADO SS17\\ #modalisboa #lisboafashionweek #menswear #fado #ss17 #patrickdepadua #models #runway #lisboa #fashionformen #boys


Uma foto publicada por Patrick de Pádua Studio (@patrickdepadua_studio) a





Os manequins calçaram Dkode, foram maquilhados por Antónia Rosa e penteados por Bruno Teixeira. O styling ficou a cargo de Miguel Silva Veiga.

As peças Patrick de Pádua encontram-se à venda na loja ComCor, em Lisboa.

Espreite a galeria e veja mais imagens do desfile.